Jornal Athos LogoJornal Athos

Cerca de 25 mil cristãos oram nas ruas de Buenos Aires:

Cerca de 25 mil cristãos oram nas ruas de Buenos Aires:

quarta, 29 de novembro de 2017

No último sábado (25), cristãos filiados a centenas de igrejas evangélicas saíram às ruas da capital da Argentina, Buenos Aires, para celebrar o nome de Jesus, orar por seu país e clamar por mais liberdade religiosa.
 
Muitas federações e cerca de 100 conselhos pastorais participaram do evento "Marcho por Jesus", que contou com cerca de 25 mil pessoas preenchendo as ruas da cidade.
 
"Nós viemos para compartilhar o amor de Deus e a esperança Dele com outras pessoas", disse um representante do evento.
 
É "a fé em Jesus" o que "faz com que nós, como cristãos, sejamos parte daqueles que sonham com um país melhor e se juntem aos outros na construção genuína que precisa que todos nós cresçamos em unidade", disseram os organizadores.
 
A marcha começou na Plaza de Mayo (conhecida Praça de Maio) e terminou na Plaza del Congreso. Neste momento final, um culto de adoração também comemorou o 500º aniversário da Reforma Protestante, que teve início com Martinho Lutero, na Alemanha.
 
Os participantes também cantaram músicas de adoração e oraram pelos parentes dos 44 oficiais que estão desaparecidos, após o o submarino ARA San Juan ter misteriosamente perdido contato com sua base.
 
Placas que pediam por "mais liberdade religiosa" também podiam ser vistas na multidão da Marcha. O prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, visitou o evento.
 
Em outubro, o "Dia das Igrejas Evangélicas" foi oficializado na região.
 
O presidente da Argentina, Mauricio Macri, elogiou a "cultura de trabalho e solidariedade" dos evangélicos.
 
A Marcha para Jesus foi realizada pela primeira vez em 1994 e desde então, tem sido um evento anual na cidade.
 
Jovens membros das diversas igrejas evangélicas de Buenos Aires também organizaram um flashmob para a Marcha. CLique abaixo para assistir ao vídeo:
 
 
Fonte: guiame.com  |  com inf. Evangelical Focus
Veja Também