Jornal Athos LogoJornal Athos

Deus ungiu o capitão

Deus ungiu o capitão

sexta, 02 de novembro de 2018

“E quando chegou, eis que os chefes do exército estavam sentados ali; e ele disse: Capitão , tenho uma palavra para te dizer. E Jeú perguntou: A qual de todos nós? Respondeu ele: A ti, Capitão! Então se levantou, entrou na casa, e derramou o azeite sobre a sua cabeça, e disse: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Ungi-te rei sobre o povo do Senhor, sobre Israel.” (2 Reis 9:5 e 6)
 
A Palavra de Deus nos diz que Eliseu iniciou seu ministério no dia em que o grande profeta Elias passou por ele e lançou a capa sobre ele. A narrativa bíblica afirma que o jovem deixou tudo para trás e imediatamente seguiu após Elias, passando a servi-lo (1 Reis 19:19). Era uma época muito difícil no Reino do Norte, pois os governantes haviam se corrompido.
 
Havia perseguição contra os ungidos de Deus, pois uma rainha perversa, que tinha forte influência sobre o rei Acabe, institucionalizou em Israel a adoração aos falsos deuses Baal e Aserá. Mas o profeta Elias foi levantado para desafiar essa institucionalização do mal, trazendo palavras de alerta contra aqueles monarcas.
 
Elias era um anônimo, de um lugarejo desconhecido, mas que tinha a coragem necessária para se posicionar contra o mal. Um homem de oração, que declarou que não choveria e por três anos e seis meses não choveu (Tiago 5:7).
 
Foi ele também quem desafiou os profetas de Baal e Aserá, proferindo as famosas palavras: “Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o; e, se Baal, segui-o” (1 Reis 18:21). Acabando por eliminar um grande número de sacerdotes e falsos profetas, o que resultou na ameaça de Jezabel, a rainha perversa.
 
Quando finalmente Eliseu é chamado por Elias para ser seu discípulo, ele passa a aprender junto aos pés do grande homem de Deus. Até o dia em que ele faz o pedido que mudaria completamente seu ministério: “E disse Eliseu: Peço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim” (2 Reis 2:9).
 
O jovem profeta desejava ter em seu ministério a unção que havia produzido tantos milagres na vida de Elias, pois sabia que isso lhe permitiria alcançar um nível de bênção incomensurável. Uma unção que lhe capacitaria para mudar a história da sua nação.
 
Oração
 
Um dos segredos do ministério de Elias era a oração, pois somente através dela é possível alcançar o nível de unção necessário para abalar a estrutura do inferno, ao ponto de desafiar o espírito de Jesabel. Apesar de ter sido um anônimo e termos poucas informações sobre a história de vida deste homem, nós sabemos que ele era um profeta de oração.
 
Há mais de 30 anos eu venho promovendo orações, pedindo a Deus para livrar nossa nação das ideologias malignas e dos projetos de governantes perversos, como os do Partido dos Trabalhadores, que tentaram promover em nossa nação lições para desvirtuar nossas crianças, como o famigerado “kit gay”.
 
Deus nos deu o modelo de Oração 24/7 no Brasil, pois aprendi que somente através da busca incessante por Deus é possível alcançar a unção de Elias. E, por isso, temos levado gerações a buscar a Deus incessantemente.
 
Desde então, nós fizemos muitos atos proféticos pelo país, orando para que Deus liberasse o manto de Elias sobre as gerações futuras, pois essa seria a única forma de vencer os espíritos malignos. Pois o espírito que tenta dominar o Brasil é o mesmo que atuou no Reino de Israel, chamado Baal.
 
Assim como Eliseu recebeu a unção de Elias, nós também temos buscado desta porção dobrada, pois acreditamos que através desta unção é possível ungir autoridades. Através desta unção é possível derrubar o império de Satanás.
 
Eliseu recebeu a unção de Elias que lhe deu autoridade para levantar um novo rei no lugar de Acabe, este rei seria Jeú. Ele era um capitão do Exército de Israel e foi ungido pelo moço de Eliseu para substituir o monarca corrupto. Imediatamente após ser ungido, ele vai até onde estava Jezabel e mata aquela rainha perversa.
 
Nós também estamos vivendo hoje um momento em que a unção de Elias está sendo derramada sobre as próximas gerações. Os jovens que se levantam, eles terão a autoridade de ungir reis, assim como o moço de Elias ungiu a Jeú. Deus estará usando essa geração jovem para se posicionar em nossa nação contra esse espírito de Jezabel.
 
E é isso o que estamos vivendo neste momento, mais do que a vitória de um candidato apoiado de forma maciça pela Igreja, vemos Deus ungindo o capitão Jair Messias Bolsonaro para iniciar uma transformação nesta nação, colocando fim a doutrinação ideológica implantada pelos partidos comunistas.
 
Tudo aquilo que o Senhor havia me mostrado nos últimos 30 anos, as coisas que temos buscado através da oração, começam a acontecer. Pela primeira vez vemos uma autoridade ocupando a Presidência da República e recebendo uma oração, honrando a Deus antes de qualquer coisa. Isso é resultado de nossas orações, resultado da unção de Elias.
 
Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.
Veja Também