Jornal Athos LogoJornal Athos

Funkeiros vestidos de diabo cantam em Carnaval para crianças

Funkeiros vestidos de diabo cantam em Carnaval para crianças

sábado, 09 de março de 2019

Durante o “Carnaval Social”, promovido pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal, uma apresentação para crianças do Riacho Fundo causou uma grande polêmica.
Na festa de rua onde o público era composto por crianças, uma dupla de cantores de funk vestida de “diabos” entoaram músicas com linguajar obsceno.
“Minha bexiga vai explodir, quem vai beber o meu xixi?”, dizia o refrão de uma das música em ritmo de funk. Outras usavam termos como “diabo”, “estupro” e “Corote”, uma bebida à base de vodca. Em determinado momento, distribuíram camisinhas ao público.
 
Um dos artistas usava uma roupa que incluía uma boneca saindo pela cintura, nádegas falsas e uma saia cintilante. O vídeo da apresentação se popularizou no Distrito Federal e o caso acabou repercutindo na Câmara Legislativa.
 
O deputado Rodrigo Delmasso (PRB) avisou que vai procurar o Ministério Público do Distrito Federal e apresentará uma denúncia contra “a festa do diabo”.
O parlamentar assegurou que as letras das músicas de funk incomodaram pais e moradores do local. Delmasso, que é integrante da bancada evangélica distrital, aponta que a atitude dos artistas viola o Estatuto da Criança e do Adolescente.
 
ASSISTA:
 
 
 
Veja Também