Jornal Athos LogoJornal Athos

Novo jogo de desafios, 'Momo' leva crianças e adolescentes a cometerem suicídio

Novo jogo de desafios, 'Momo' leva crianças e adolescentes a cometerem suicídio

segunda, 10 de setembro de 2018

A personagem 'Momo' é adicionada em seus grupos do Whatsapp e propõe diversos desafios, sendo o último deles o suicídio.
 
Pais de diversos países estão sendo alertados sobre um novo jogo de desafios, que está se tornando famoso entre crianças e já levou duas a cometerem suicídio na Colômbia.
 
O jogo "Momo do Whatsapp" começa quando a criança ou adolescente adiciona a "Momo" a algum dos seus grupos do aplicativo. A personagem é o avatar de uma mulher parecida com uma ave de olhos esbugalhados. Ela irá instruir os participantes do grupo a cumprirem certos desafios, entre os quais o último é cometer suicídio. Se os destinatários se recusarem a participar, eles são ameaçados com uma "maldição" ou "feitiço maligno".
 
A agência colombiana de notícias Caracol informou que dentro de apenas 48 horas, uma menina de 12 anos e um menino de 15 tiraram suas próprias vidas por estarem envolvidos no jogo maligno.
 
"Aparentemente, eles praticaram esse jogo através do WhatsApp, que convidava os jovens a se machucarem", disse o secretário do governo, Janier Landono, segundo a Fox News. "O jogo tem desafios diferentes e o suicídio está no final de tudo".
 
A boneca Momo foi originalmente criada pela empresa de arte japonesa chamada "Link Factory". No entanto, eles negaram ter qualquer envolvimento na criação deste jogo.
 
Alguns departamentos de polícia dos Estados Unidos têm emitido avisos aos pais em uma tentativa de erradicar a nova moda perturbadora, como no caso xerife do condado de Pasco, na Flórida.
 
No caso da Momo, seu principal meio de disseminação é o WhatsApp, mas também se popularizou através do jogo Minecraft, que tem milhões de jogadores por dia.
 
Segundo um comunicado oficial do Whatsapp, os usuários devem bloquear qualquer número que venha a fazer propostas de desafios como este.
 
"O WhatsApp se preocupa profundamente com a segurança de nossos usuários", disse o serviço de mensagens. "É fácil bloquear qualquer número de telefone e incentivamos os usuários a denunciarem mensagens problemáticas para que possamos realizar uma ação".
 
Com informações Fox News
Veja Também